sexta-feira, 26 de agosto de 2011


A quem diga que os miados parecem palavras, eu  já acho que as palavras  e que parecem miados, ninguém pede comida tão bem  como um gato na porta da geladeira.
A cada segundo aqui meu amor é um segundo a menos ai.
E eu penso que os meses se vão e logo eu terei que voltar.
Pra esse  lugar que me impuseram como lar.
Bom mesmo seria poder te abraçar todos os dias,Benedito.


segunda-feira, 11 de julho de 2011

'Muita pouca coisa'.
Reprimida;
Encolhida;
Espremida;
Eu verifico que não tenho lugar nesse mundo de caixa de fosforo.

domingo, 29 de maio de 2011

Pedaço de conversa de boteco:
E ele com a sobrancelha levantada e aquele sorriso de canto de boca me soltou essa:
"pois e, meu amigo antes eu pensava que ria da vida, mas agora eu sei que foi sempre ela que riu de mim"

quarta-feira, 11 de maio de 2011


Ser ou não ser.
E hoje eu paro e vejo que eu já não sou o que fui um dia, mas me comporto como se foce, porque eu já fui tanto isso que eu já não sei ser o que sou agora.
Posse.
A casa que eu moro e dos outros;
O computador que eu converso e dos outros;
O pensamento que eu tenho e dos outros;
O amor que eu tenho também e dos outros. 
E você ainda quer me convencer que isso e por pouco tempo?
O problema em viver de futuro e que ele nunca chega.
O problema em viver de presente e que ele já passou.
O problema em viver de passado e que ele não volta.
Querida, apenas esqueça os dias,as horas e o calendário.
Eles apenas te limitam e fadigam.

sábado, 30 de abril de 2011

Eu corto o cabelo,porque eu deveria cortar outra coisa que está dentro de mim, mas como isso não pode ser feito apenas com a tesoura eu corto o cabelo,corto,choro e como meu chocolate de laranja.

Moça com brinco de perolas.(bilhetinho azul)
  Você esqueceu o outro par  do seu brinco sobre a pia da cozinha, e por falta de opção eu resolvi deixa-lo na  sua caixa de correio, eu não toquei o sino porque eu   não queria te ver e retirar da minha mente a imagem de você partindo leve como se fosse pegar um trem para as estrelas.
  O lenço onde esta o brinco e um presente pra você enxugar as suas futuras  lagrimas ,pense nele como se fosse o meu rosto tocando levemente o seu e retendo para mim as suas tristezas.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Eu esfrio o seu café;
E no mesmo prato a gente come;
E eu nem sei seu nome;
Eu só sei da minha fome de você.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Não adianta chorar a maria derramada.
Ela se foi  como merda na privada.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Eu tenho vontade de me esconder;
No buraco mais fundo;
Onde seja o fim do mundo;
Só pra ver quem vai me procurar.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

  Narcisismo:
Lavando pratos;
Eu vi o mais desejado retrato.


 Dando pérolas aos porcos: 

Tinha formato quadrado;
na cor um dourado;
 no bilhete uma  poesia;
No recheio um chocolate amargo.
Era uma jóia.
Que eu deixei na sua mochila.



Restaurante:

Degustem os olhos;
Mastiguem o cheiro;
Comam o corpo;
Engulam o sexo.

Tenham azia das lembranças;
Para depois querer vomitar tudo. 
O nós não existe mais;
você sumiu de mim;
aceite, e o Fim.
Eu estava me afogando;
Pensei em você;
sufoquei.


linda *_*

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

As coisas na minha cabeça acontecem de outra forma ;
De outra maneira ;
Sem eira nem beira.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Confete.
Quando ela chora ela comemora;
Observe,ela  acabou de por pra fora;
todo o sentimento como se tivesse apenas cuspido.
Meu caro, não me incomode .
Não mexa com meu sentimento.
Por que aqui dentro é somente tormento.

domingo, 16 de janeiro de 2011

imagine uma vaca de sucos,cada teta um sabor diferente *_*:
Maracujá.
limão.
laranja.
suco de milho.
 

sábado, 15 de janeiro de 2011

É agora eu não quero ninguém;
Agora sou alguém;
Virei refém da minha proteção.
Ela não é de morrer e sim de matar.


matar a morte;
enganar a sorte;
descer do ônibus.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

'No Brasil quanto mais tem mais falta'.
 Artur Luiz

Seguidores

¨¨que essas palavras sejam musicas oas seus ouvidos¨¨

Quem sou eu

Minha foto
varias de min silvana duboc .. sou asim varias de min sorriso por fora angustia por dentro por dentre um tormento..

Arquivo do blog

Visitas:

Free Hit Counters

Search