terça-feira, 26 de agosto de 2008

¨¨Aline¨¨
Muleca,
Sapeca,
Mulher,
Um morango uma fruta,
Uma luta para que meus olhos esqueçam os seus,
Pois ele estão hipnotizados,
Revoltados pelas horas que passam sem te ver,
Moranguinho seu coraçãozinho carrega a bondade do mundo,
E a cada segundo peço a Deus que o mundo não acabe com essa inoscência,
Pois apesar de toda a indolência,o mundo, ele não conseguiu destruir o que eu custei a descobrir que seu rosto de biscoito assim como o nove presisa do oito o meu coração presisa de ti.

¨¨Um amor não correspondido¨¨
Amo-te,
Quero-te,
Como nunca quis ninguém...
As estrelas vêem as pessoas falam,
Mas só você não vê só você não fala,
O olhar que ficou naquela sala,
Em que eu te desejava,
Te admirava,
E cada dia mais te amava,
Mais nada disso se realizava,
E hoje eu vejo que eu idealizava,
Uma pessoa que nunca existiu.

¨¨ miha alma¨¨
Minha alma que esta preza nesse corpo,
Ela quer voar ela quer saltar,
Te encontrar,
E poder te beijar,te cheirar,te abraçar,
Te acariciar,
E poder te levar,
Te levar aos céus.

Era só um japonês que só ficava em seu canto,
E um dia com um certo ar de espanto,
Recebeu o sorriso q eu lhe oferecia..
Seus olhos pra min são o mar,
São o luar,
São o lugar que eu poço encontrar a paz a serenidade que faltam dentro de min.
Você e assim um amigo que com um sorriso me oferece a alegria do mundo,
Que a cada segundo me faz sentir orgulho por ter um amigo como você.

domingo, 24 de agosto de 2008

¨¨Eu queria era possuir seu olhar e no calar da noite seus lábios beijar...¨¨
¨¨laio¨¨
Eu queria escrever sobre você,
Por que isso seria uma forma de ti ter.
Você assim e assim Tao solitário,
Tão acompanhado de lembranças que a vida lê trouxe.
A eu queria era possuir,
Aua historia,
Sua memoria,
Pra poder te desvendar.
E no seu olhar encontrar,
A pérola escondida em seu coração.
Eu queria era possuir sua coragem,
Que as vezes com um ar selvagem me diz que adora o campo,
Adora um canto onde se encontre a paz a tranquilidade.
Eu queria era possuir seu olhar em preto e branco,
E no meu espanto percebo que quase nada sei sobre ti,
O que eu sei são informações vagas,
Imprecisas,indecisas,
Que se debatem em meu coração.
E queria conhecer sua tristeza .
Que nessa avareza de informações não as encontro,
Eu só vejo um ponto,
Que demarca nesse conto,
O fim das minhas palavras sobre o desejo de te conhecer.

Morro do sapo
Dedico as minhas palavras a essa comunidade que vive nessa sociedade,
Mais violenta, sangrenta,
Que enxuga os olhos das mães com as veste dos filhos mortos,
Que os corpos mais parecem peneira,
Sem eira nem beira a sociedade aceita isso de olhos fechados e calados como quem Nunca vê nada,
E faz da violência uma praga, que come os corações,
De quem grita,
De quem tem boca e nunca e ouvido,
Sentido..
E vive retraído
Pela sociedade.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

¨¨um amor não correspondido¨¨
Amo-te,
Quero-te,
Como nunca quis ninguém.
As estrelas vêem as pessoas falam,
Mas só você não vê,
Só você não fala,
O olhar que ficou naquela sala,
Em que eu te desejava,
Te admirava,
E cada dia mais te amava.
Mais nada disso se realizava,
E hoje eu vejo que eu idealizava
Uma pessoa que nunca existiu.

sábado, 16 de agosto de 2008


¨¨A vida¨¨
A beleza não esta na vida,
Esta na forma como ela e feita,
Refeita, reconstruída a cada segundo,
Nesse mundo em que nascemos varias vezes,
Vezes essas que nos custam muita dor,amor,
E faça que nasça um rancor que lastra como erva,
Que consome,come os pedaços dos nossos coraçõens.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008



por favor:
quero que tire a minha roupa
e me deixe louca
e me beije a boca
e faça de min sua mulher..

Seguidores

¨¨que essas palavras sejam musicas oas seus ouvidos¨¨

Quem sou eu

Minha foto
varias de min silvana duboc .. sou asim varias de min sorriso por fora angustia por dentro por dentre um tormento..

Visitas:

Free Hit Counters

Search